Fale com a
secretária

Artigos

A Pandemia e o Processo de Luto

Diante do contexto atual de pandemia, o medo e a ansiedade aparecem nas pessoas de uma maneira mais evidente e crescem como ramos de uma árvore, provocando no indivíduo severas consequências psicológicas e fisiológicas.


Esses medos e ansiedades são provocados pelo risco de perda do emprego, possibilidade de perda de um ente querido, perda do emprego, perda da empresa que custou tanto para se organizar, adiamento de uma viagem tão desejada, o risco de contrair o Covid19 e outras doenças e a restrição social.


A consequência desses sentimentos reforçados, motivados por situações reais ou imaginárias, levam o individuo a entrar em um processo psicológico chamado de Fases do Luto, que foram descritas pela psiquiatra Elisabeth Kubler-Ross, através de estudos das reações emocionais dos seus pacientes em estado terminal.

 


Quanto às Fases do Luto, essas são classificadas em Negação, Raiva, Barganha, Depressão e Aceitação.


Na primeira Fase, Negação, a pessoa por uma defesa psíquica, nega a situação, age como se não existem problema e não quer falar a respeito da situação.


Na segunda fase, Raiva, a pessoa torna-se revoltada, sente-se injustiçada, pergunta porque isto está acontecendo, o que ela fez para merecer esta situação.


Na terceira fase, Barganha, há uma negociação da pessoa com ela mesmo e com Deus, através de promessas.


Na quarta fase, Depressão, o indivíduo isola-se em seu mundo, a tristeza é imensa e sente-se impotente diante deste percalço.


Na quinta e última fase, Aceitação, o indivíduo percebe a realidade dos fatos e passa a aceitar o processo que está vivendo.


A partir desta Aceitação a pessoa estará em condições de criar mecanismo para minimizar o seu medo e a sua ansiedade.


Concluindo, quando uma pessoa entra em processo de Luto, o tratamento conduzido por um psicólogo é importante.

 

Nesse tratamento, inicialmente é feito um trabalho de identificação da etapa em que o cliente se encontra, seguido de uma análise individual das possíveis consequências psíquicas e fisiológicas da permanência nesse estado e finalmente, através de uma análise ampla e compartilhada entre cliente e psicólogo, definir o melhor caminho para vencer todas as etapas do Luto e assim terminá-lo de forma saudável.

 


Psicóloga Heliane A. Mougenot Breviglieri Silva CRP – 08/19788


LONGEVITÀ - Centro Clínico, Fisioterápico e Multiprofissional

Desenvolvido por Légulas